terça-feira, junho 13, 2006

Eis a música da chuva no telhado, o cheiro primitivo a terra molhada, a beleza dos relâmpagos e a companhia dos trovões... é noite, e não me sinto só.

5 Comments:

At 12:19 da tarde, Blogger TsiWari said...

a solidão pode ser afastada por um sentimento maior de comunhão com o Universo, com a repetição telurica e ancestral d'A Natureza.

um abraço.

 
At 3:43 da tarde, Blogger zef said...

Cada vez me parece mais que só há solidão boa(...) quando nos damos conta de que alguém está por perto.

 
At 9:38 da tarde, Blogger Aires Montenegro said...

tsiwari: um abraço! A solidão também pode ser "afastada" pelo milagre de encontros que parecem, de há muito, predestinados... como o de ontem!!! Outro abraço.

 
At 9:41 da tarde, Blogger Aires Montenegro said...

Solidão boa, talvez, mas nem sempre feliz! O que me vale é que, por muito ténue que seja, e é-o, há sempre a presença de alguém que está por perto.

 
At 9:42 da tarde, Blogger Aires Montenegro said...

tsiwari: um abraço! A solidão também pode ser "afastada" pelo milagre de encontros que parecem, de há muito, predestinados... como o de ontem!!! Outro abraço.

 

Enviar um comentário

<< Home