quarta-feira, março 15, 2006

Todos os dias acontecem coisas que, pela sua simplicidade, nos comovem. Até com a gripe das aves, que parece ameaçar-nos com um outro fundamentalismo como o anti-tabaco (e atenção, eu não fumo!).
Aconteceu-me hoje:
Um homem, perto de minha casa, destruía ninhos de andorinha. Um rapaz (um jovem, não um velho!) disse-lhe:
-Que mal lhe fizeram esses passarinhos?
-Então não sabes que as andorinhas vêm da África, do Egipto, e trazem o perigo da gripe das aves? - e após uma breve pausa - Se tivesses fihos pequeninos , sabias!
Então, o jovem respondeu com aquela candura que encantou Basil Hallward ao pintar Dorian Gray:
-Coitadinhas das andorinhas! Se esse micróbio é assim tão forte, como é que elas, tão pequeninas, aguentavam a voar com ele desde a África?

(Sorri: argumento belo e irrespondível!

7 Comments:

At 11:14 da manhã, Blogger CAP said...

Eu ganhei um canário com esta fobia à gripe. :)

 
At 10:50 da tarde, Blogger Bastet said...

Como hei-de dizer isto sem parecer muito lamechas? Este texto sensibilizou-me muito. Deixou-me com um sorriso e umas quantas lágrimas. Obrigada.

 
At 3:50 da tarde, Blogger Aires Montenegro said...

Nunca há lamechice quando a ternura é natural. Obrigado eu, e muitos beijinhos (penso que para Bastet são beijinhos...)

 
At 5:16 da tarde, Blogger Bastet said...

São pois e eu agradeço-os!

 
At 1:04 da manhã, Blogger pimpinela said...

sim, muito bonito .)

 
At 3:13 da tarde, Blogger adesenhar said...

:)

 
At 3:17 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Excellent, love it! En mh1 rechargeable batteries Cellphone secrets delaware belize honeymoons decks patios driveways bighill kentucky lipitor interacting with grapefruit

 

Enviar um comentário

<< Home